Última hora

Em leitura:

O criminoso Charles Monson hospitalizado em estado grave


EUA

O criminoso Charles Monson hospitalizado em estado grave

O célebre assassino americano, Charles Manson, terá sido hospitalizado de emergência esta terça-feira.

O departamento das prisões da Califórnia recusou-se a confirmar a notícia, mas de acordo com diversos medias americanos, Manson, de 82 anos, terá deixado a prisão do Corcoran em estado grave.

Manson era o guru da autodenominada “Família Manson”, uma espécie de seita que semeou o terror nos Estados Unidos e foi nomeadamente responsável pelo “assassinato da atriz Sharon Tate, a primeira esposa de Roman Polanski.

O crime ocorreu no dia 9 de agosto de 1969. Três membros do grupo de Manson entraram na casa de Polanski e mataram a tiro ou à facada Sharon Tate e mais quatro amigos da família. Sharon estava grávida de oito meses.

Para além deste, foram imputados ao grupo mais três crimes. Charles Manson viria a ser condenado à morte, com mais quatro dos seus discípulos, mas as penas foram depois comutadas em prisão perpétua.

Manson fez ínumeros pedidos de liberdade condicional, que foram sempre recusados. De acordo com a legislação californiana, só poderá apresentar um novo pedido em 2027.

Charles Manson, que formou a comunidade Manson Family nos anos 60, apresentava-se como a reincarnação de Cristo. Programava assassinatos para acusar negros da sua autoria. Pretendia provocar “uma guerra” entre brancos e negros e acreditava que os brancos seriam vencedores.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Turquia

Turquia: presidente afirma que não vai deixar os extremistas polarizarem a sociedade