Última hora

Última hora

Criadores de patos franceses temem pelo futuro

Os criadores de aves, do sudoeste francês, obrigados a abater um total de 800 mil animais, devido à gripe aviária, consideram que estão a ser deixados ao abandono pelas…

Em leitura:

Criadores de patos franceses temem pelo futuro

Tamanho do texto Aa Aa

Os criadores de aves, do sudoeste francês, obrigados a abater um total de 800 mil animais, devido à gripe aviária, consideram que estão a ser deixados ao abandono pelas autoridades.

O abate das aves, principalmente patos, criados ao ar livre, arrancou esta quinta-feira mas, dizem os visados, sem o devido apoio estatal. Os produtores afirmam que não sabem se vão receber compensações.

Em Gers estiveram reunidos criadores desta região numa tentativa de concertar posições:

“Hoje, eles pedem-nos para irmos para o desemprego sem indemnização. É difícil compreender e digerir as consequências. Não estamos nada bem”

De acordo com a agência France Press foram já abatidos, nas zonas afetadas, mais de 300 mil patos.

A gripe das aves tinha já atingido o país, principalmente o sudoeste. Em 2015 a produção nacional chegou aos mais de 37 milhões, em 2016 ficou-se pelos 29 milhões.