Última hora

Em leitura:

Turquia: Setor do Turismo é dos que mais sofre com terrorismo


Turquia

Turquia: Setor do Turismo é dos que mais sofre com terrorismo

A vaga de atentados e a instabilidade política estão a ter um efeito devastador na indústria do turismo da Turquia.
O centro da cidade de Istambul perdeu a maioria dos turistas. Os trabalhadores do setor, um dos principais pilares da economia nacional, temem o pior. Em 2016, o país recebeu menos 11 milhões de turistas que em 2015.
E a avaliar pelo início do ano, a tendência não deve mudar este ano.

Yasemin Pirinccioglu trabalha no turismo de luxo e explica que “É a forma mais fácil de atingir a economia porque este não é uma guerra como antigamente, é uma guerra diferente, que acontece nas cidades e atinge diretamente o turismo”.

Em 2016, centenas de pessoas morreram em ataques a cidades turcas, a maioria reivindicados pelos extremistas islâmicos ou pelos rebeldes curdos. E o ataque à discoteca “Reina”, que provocou na noite da passagem de ano 39 vítimas mortais e cerca de 70 feridos, alguns deles graves, teve efeitos imediatos: várias viagens foram canceladas, muitos estrangeiros anteciparam o regresso a casa.

Recorde-se que o Produto Interno Bruto turco registou uma queda no terceiro trimestre do ano passado, ago que já não acontecia desde 2009. O governo de Ancara foi mesmo obrigado a rever em baixa as previsões de crescimento.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

Portugal e Estados Unidos julgam agressões entre jovens partilhadas pela internet