Última hora

Esse será pelo menos o preço a que o dono do popular restaurante de Tóquio Sushizanmai terá de rentabilizar o espécime que adquiriu no tradicional primeiro leilão de atum do ano, na capital do Japão, para pelo menos não perder dinheiro, avisa o jornal Japan Times. Kiyoshi Kimura pagou 74,2 milhões de ienes (605 mil euros) pelo mais caro atum azul do Pacífico do leilão deste ano.

O espécime em causa tem 212 quilos e, tendo por referência o preço habitual (400 ienes/ 3,2 euros) cobrado por uma fatia de sushi de atum nos 51 restaurantes da cadeia Sushizanmai, para rentabilizar este exemplar Kimura terá de vender cada fatia deste atum a 80 euros.

“Sei que foi um bocado caro, mas estou contente por ter conseguido vencer no leilão o lance por um atum com tão boa forma e tamanho”, assumiu aquele que há seis anos vence estes leilões e que em 2013 estabeleceu um novo recorde do mundo ao pagar 155 milhões de ienes (1,26 milhões de euros) por um único exemplar de atum-do-Pacífico, uma espécie em risco, mas considerada a melhor para servir em pratos de sushi.

Mais vídeos No Comment