Última hora

Em leitura:

Florida: Suspeito de tiroteio delirava sobre Daesh e transportou arma na bagagem


EUA

Florida: Suspeito de tiroteio delirava sobre Daesh e transportou arma na bagagem

As autoridades norte-americanas identificaram o suspeito do tiroteio do aeroporto de Fort Lauderdale, na Florida, como Estebán Santiago. É um norte-americano residente em Anchorage, no Alasca, que serviu no Iraque, como membro da Guarda Nacional, mas foi desmobilizado no ano passado por desempenho insatisfatório.

O tiroteio de sexta-feira, na zona de recolha de bagagem do aeroporto, fez pelo menos cinco mortos. O governador da Florida já reagiu: “Foi um dia difícil para o nosso Estado. Claramente um ato de maldade e sem sentido. Segundo a polícia, morreram cinco pessoas e sabemos que há ainda pessoas entre a vida e a morte. O importante é frisar que nunca iremos tolerar algo assim no nosso Estado. Quem quer que seja o responsável, vamos sempre fazer tudo para que seja punido”, disse Rick Scott.

Estebán Santiago teria chegado num voo vindo do Alasca e terá aberto fogo sobre as outras pessoas com uma arma que trazia na bagagem de porão. Segundo o irmão, Estebán, de 26 anos, estava a receber tratamento psicológico. Dizia ouvir vozes que o obrigavam a ver vídeos do Daesh e terá chegado a contactar o FBI depois de, segundo ele, alguém dos serviços secretos americanos o ter convidado a lutar ao lado do autoproclamado Estado Islâmico. Foi detido e vai ser presente ao tribunal na segunda-feira.

ALL VIEWS

Clique para descobrir