Última hora

Em leitura:

Londres: Funcionários acusam Harrods de ficar com maior parte das gorjetas


Reino Unido

Londres: Funcionários acusam Harrods de ficar com maior parte das gorjetas

A união sindical britânica, United Voices of the World, acusa o Harrods, os armazéns mais famosos de Londres, de ficarem com 75 por cento do valor das gorjetas, recebidas pelos empregados dos restaurantes e cafés desta grande superfície.

مظاهرات الموظفين العاملين في #هارودز احتاج على منع الاكرامية

Em sinal de protesto algumas dezenas de funcionários manifestaram-se, frente ao Harrods, este sábado. Chegaram mesmo a bloquear a entrada nestes grandes armazéns.

Os trabalhadores estarão a perder, e de acordo com a união sindical, mais de 5000 euros por ano.

A administração do Harrods não comenta a percentagem das gorjetas que vai para os funcionários mas garante que estes são pagos de forma justa e acima do salário mínimo nacional.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

mundo

"General" inverno desafia refugiados no leste da Europa