Última hora

Em leitura:

Netanyahu acredita que autoria do ataque de Jerusalém é do Daesh


Israel

Netanyahu acredita que autoria do ataque de Jerusalém é do Daesh

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu acusa o Daesh de estar por trás do ataque deste domingo de manhã, quando um camião irrompeu sobre um grupo de soldados israelitas, que tinham acabado de descer de um autocarro. Para já, o balanço do incidente é de quatro mortos e treze feridos: “Estamos aqui depois de um ataque terrorista trágico e brutal, no qual morreram quatro soldados – três mulheres e um homem. Conhecemos a identidade do atacante e tudo indica que era um apoiante do grupo Estado Islâmico. Barricámos o bairro de Jabel Mukaber, de onde ele vem”, disse Netanyahu, no local do ataque.

Dos feridos, pelo menos um está em estado grave. O condutor do camião foi abatido. Eytan Rund, um dos militares que dispararam contra o autor do atentado ficou ferido no ataque e conta o que se passou: “Ele continuou a conduzir. Não sei se alguma das minhas balas foi a que o feriu e fez parar, mas posso dizer que o camião andou mais alguns metros depois de o ter atingido”.

O incidente foi imediatamente qualificado de ataque terrorista por parte da polícia israelita. Apesar das palavras de Netanyahu, o atentado não foi reivindicado por nenhum grupo e a identidade do atacante não foi revelada. Sabe-se apenas que se tratava de um palestiniano.