Última hora

Em leitura:

Presumível autor de tiroteio em Fort Lauderdale arrisca pena de morte


EUA

Presumível autor de tiroteio em Fort Lauderdale arrisca pena de morte

Esteban Santiago, o jovem de 26 anos, acusado de ter matado cinco pessoas e ferido oito no aeroporto de Fort Lauderdale, esta sexta-feira, pode ser condenado à pena capital.

O irmão, Bryan Santiago Ruiz, que vive em Porto Rico com a família, acusa o governo dos EUA pelo sucedido.

Esteban Santiago é um veterano da guerra do Iraque, com diversos louvores pelo serviço prestado. Confessou ao irmão, diz a Associated Press, que ouvia vozes e que tinha pedido ajuda psicológica mas o apoio que recebeu foi quase nenhum:

“Eles estavam informados. Não podem dizer que se trata de uma pessoa que cometeu um ato destes da noite para o dia. Não, eles sabiam as coisas que lhe estavam a passar pela cabeça. Isso irrita-me.

Ele nunca foi muçulmano, quero deixá-lo claro. Na internet andam a dizer que ele se radicalizou e coisas dessas. Ele nunca pertenceu ao movimento islâmico”, afirma Bryan.

Esteban Santiago terá combatido no Iraque entre abril de 2010 e fevereiro de 2011. Depois terá ingressado na Guarda Nacional de Porto Rico e na do Alasca, que abandonou em agosto. A guerra no Iraque tê-lo-á mudado, informação confirmada por amigos a meios de comunicação.