Última hora

Em leitura:

Liga Portuguesa, J16: Benfica conquista castelo e está cada vez mais só no comando


Desporto

Liga Portuguesa, J16: Benfica conquista castelo e está cada vez mais só no comando

  • Bas Dost bisa e salta para a liderança dos melhores marcadores
  • Estoril perde em casa com o Marítimo e está em queda livre
  • Tondela soma quinto jogo sem vencer e fica sem treinador

Jonas e Mitroglou formaram uma dupla mortífera a temporada passada e foram responsáveis por 52 dos 88 golos marcados pelo Benfica na Liga Portuguesa. Esta temporada, foi preciso esperar pela 16ª jornada para ver os dois atacantes juntos no onze encarnado mas o resultado foi o do costume: um golo para cada e três pontos para os tricampeões nacionais em Guimarães.

Não se pode dizer que tenha sido uma exibição de encher o olho do Benfica mas nem por isso o triunfo foi menos justo. A equipa de Rui Vitória controlou o jogo com e sem bola e nunca correu riscos desnecessários. No ataque, a elevada qualidade individual dos jogadores benfiquistas fez o resto. As ocasiões, mesmo quando escasseiam (sobretudo quando escasseiam), são para marcar e foi isso mesmo que Jonas e Mitroglou fizeram.

Com esta vitória, o Benfica reforçou a liderança na classificação uma vez que o Porto não foi além de um nulo na Mata Real. A diferença entre Porto e Benfica resume-se a uma palavra: eficácia. Enquanto o conjunto encarnado fez muito com pouco, a formação azul-e-branca nem com 22 remates conseguiu encontrar o caminho do golo.

Um problema que não é de agora, foi a nova vez que o conjunto de Nuno Espírito Santo terminou um encontro em branco esta temporada. André Silva, em particular, esteve desastrado frente ao Paços de Ferreira e ficou bem claro que se não for ele a fazer a diferença no ataque portista, ninguém a fará por ele.

Em Alvalade, o Sporting entrou a todo o gás frente ao Feirense e resolveu a questão nos primeiros dezassete minutos, o tempo que Bas Dost precisou para fazer por duas vezes ao gosto ao pé e isolar-se na liderança da lista de melhores marcadores com onze golos. A equipa leonina dominou por completo o primeiro tempo (caso jogasse sempre assim dificilmente estaria já a oito pontos da liderança) mas após o intervalo os velhos fantasmas do insucesso voltaram a pairar sobre Alvalade.

Com a saída de Adrien (lesionado) e a entrada de Tiago Silva no Feirense, os forasteiros tomaram conta das operações. Chegaram ao empate por Platiny e deixaram os 40 027 espetadores presentes a suspirar pelo apito final. Acabou por chegar sem mais alterações no marcador para alívio dos adeptos leoninos.


Este triunfo permitiu ao Sporting igualar o Sporting de Braga na terceira posição. A equipa arsenalista foi à Choupana apadrinhar o regresso de Predrag Jokanović ao banco do Nacional mas as duas equipas não foram além de um empate a zero. A igualdade não foi suficiente para retirar os madeirenses da zona perigosa, uma vez que o Moreirense recebeu e venceu o Belenenses pela margem mínima.

Rio Ave e Chaves dividiram os pontos num encontro com quatro golos em Vila do Conde, aproveitou o Marítimo que foi à Amoreira derrotar o Estoril com um tento solitário de Raúl Silva e alcançou os transmontanos na tabela.

O Boavista impôs-se pela margem mínima ao Vitória de Setúbal e somou a segunda vitória consecutiva, em franca recuperação está o Arouca. A equipa de Lito Vidigal tinha somado apenas oito pontos nos primeiros dez jogos e leva já doze nos últimos seis. Venceu os três derradeiros encontros fora de portas, a última vítima foi o Tondela, um desaire que custou o lugar a Petit no banco dos beirões. Jorginho voltou a ser decisivo nos arouquenses.

Figura da semana

Bas Dost

O Sporting tem sentido dificuldades no último terço esta temporada mas ninguém pode apontar o dedo a Bas Dost. O holandês está longe de ter a capacidade de luta de Slimani mas em termos de finalização, não há muitos como ele. Quando a bola lhe chega redondinha (o que raramente tem acontecido), Bas Dost tem mostrado dotes de goleador. Com os dois golos apontados frente ao Feirense saltou para a liderança da lista de melhores marcadores e mostrou uma vez mais que tem sido o único reforço digno desse nome esta temporada em Alvalade.


Desporto

África Eco Race: Ceci Paolo ganha etapa, Alexandre Azinhais sobe a 10.º da geral