Última hora

Em leitura:

Vencedores dos Globos de Ouro: "La La Land: Melodia de Amor" bate recordes


cinema

Vencedores dos Globos de Ouro: "La La Land: Melodia de Amor" bate recordes

Em parceria com

Brilho, glamour e várias fotografias para os paparazzi marcaram a tónica da cerimónia dos Globos de Ouro organizada pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood.

O musical “La La Land: Melodia de Amor” bateu o recorde e arrecadou sete Globos de Ouro; incluindo o de melhor ator e o de melhor atriz na categoria de comédia.

As previsões apontavam para que o filme dominasse a noite em Los Angeles. O mesmo não aconteceu para o vencedor do melhor filme dramático: “Moonlight” surpreendeu.

É uma história intemporal de auto-descoberta – “Moonlight” conta a vida de um jovem negro que cresce num bairro duro de Miami, enquanto luta para encontrar o seu lugar no mundo.

O prémio para melhor atriz na categoria dramática foi para Isabelle Hupert. A atriz francesa venceu pelo papel no filme “Elle”: “Há pessoas de todo o mundo aqui nesta sala: deste a China até ao mundo árabe, da América até à Europa. Não esperem que o cinema levante barreiras ou fronteiras. Muito obrigada.”

A atriz de 63 anos retratou Michèle Leblanc, uma empresária que é atacada na própria casa. O thriller psicológico também ganhou o Globo de Ouro para melhor filme estrangeiro.

Casey Affleck, ganhou o globo para melhor ator dramático em “Manchester by the Sea”. Foi o primeiro Globo de Ouro do ator.

O prémio para a melhor atriz secundária entregue a Viola Davis por “Vedações”. No filme, Davis interpreta a esposa de um ex-jogador de beisebol que luta para sustentar a família. O filme é realizado por Denzel Washington, que interpreta o marido de Davis.

O ator britânico Aaron Taylor-Johnson levou para casa o prémio de melhor ator secundário pelo papel em “Animais Noturnos”, de Tom Ford. Finalmente, Meryl Streep foi o centro das atenções no final da cerimónia dos Globos de Ouro em Los Angeles.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

"Assassin's Creed": O jogo de vídeo passa para o grande ecrã