Última hora

Última hora

Rússia pouco satisfeita com declarações de Rex Tillerson

A Rússia, que tinha visto com bons olhos a nomeação de Rex Tillerson para Secretário de Estado dos EUA, já fez saber, através do Krelim, que discorda das palavras proferidas pelo Secretário de Estado,

Em leitura:

Rússia pouco satisfeita com declarações de Rex Tillerson

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia, que tinha visto com bons olhos a nomeação de Rex Tillerson para Secretário de Estado dos EUA, já fez saber, através do Krelim, que discorda das palavras proferidas pelo Secretário de Estado, designado por Donald Trump.

Durante uma audiência da Comissão de Negócios Estrangeiros do Senado dos EUA, que deverá confirmar a sua nomeação, e quando confrontado sobre a questão russa, Tillerson foi claro:

“A Rússia, hoje em dia, representa um perigo, mas não é imprevisível quando revela os próprios interesses. Invadiu a Ucrânia, tomou, inclusivamente a Crimeia, e apoiou as forças sírias, que, de forma brutal, violaram as leias da guerra. Os nossos aliados na NATO estão certos ao ficar de pé atrás com o ressurgir da Rússia”, concluiu Tillerson.

O ainda presidente da Exxon Mobil, visto como próximo de Putin, não se ficou por aqui, quando questionado sobre as relações com a Turquia, as acusações à Rússia continuaram:

“Precisamos reconciliar-nos com o presidente Erdogan, na Turquia. Trata-se de um aliado de longa data da NATO, que, na ausência de uma verdadeira liderança americana, ficou muito nervoso em relação à sua situação, se voltou para quem estava disponível e se aliou à Rússia que não é um aliado sustentável”, afirmou Tillerson.

O New York Times diz que Tillerson tenta demarcar-se do presidente eleito. O Washington Post acredita que ele promete uma nova era na liderança norte-americana, em termos de política internacional. Seja como for a Rússia não gostou do que ouviu e aguarda-se ainda a resposta de Putin.