Última hora

Em leitura:

África Eco Race: As surpresas da 9.ª edição


Desporto

África Eco Race: As surpresas da 9.ª edição

A 9.ª edição da África Eco Race terminou, no Dacar, depois de 12 dias de competição, mas trouxe várias surpresas.

Com apenas 18 anos, o israelita Gev Teddy Sella, já considerado um “prodígio”, tornou-se no mais jovem vencedor de um grande rali raid. Chegou à África Eco Race como um desconhecido, mas acabou por brilhar e sagrou-se campeão na categoria de motas.

Vencedor de cinco etapas, por razões de segurança, competiu com a bandeira da África do Sul.

Vencedor da prova em 2015 e 2016, Pal Anders Ullevalseter conquistou a segunda posição. Martin Benko completou um pódio 100% KTM.

Nos automóveis, destaque para a supremacia de Vladimir Vasilyev. Ao volante de um Mini, acompanhado pelo copiloto Konstantin Zhiltsov, o russo confirmou o favoritismo. Foi o mais rápido em quatro etapas e liderou a classificação geral da primeira à última jornada. Deixou bastante longe o segundo classificado, o checo Miroslav Zapletal, em Hummer.

O Kamaz T4 dos russos Andrey Karginov, Andrey Mokeev e Dmitrii Nikitin dominou a categoria dos camiões. Karginov estreou-se a vencer na prova africana e foi o mais rápido na categoria em sete das 12 etapas.

Elisabete Jacinto, a única representante portuguesa nas quatro rodas, desistiu na segunda etapa por causa de problemas de motor do MAN que comandava. Era terceira na classificação dos camiões à partida para a segunda jornada.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Desporto

África Eco Race: Gev Teddy Sella faz história, Didier Frederico termina em oitavo