Última hora

Em leitura:

Obama não fecha Guantánamo mas reduz número de detidos


EUA

Obama não fecha Guantánamo mas reduz número de detidos

Dez prisioneiros de Guantánamo, foram transferidos para Omã. Uma informação avançada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros deste sultanato e ainda não confirmada pelos EUA.

De acordo com o Pentágono a última transferência de prisioneiros do centro de detenção da base militar norte-americana de Cuba ocorreu a 6 de janeiro, com o envio de 45 prisioneiros para a Arábia Saudita.

Desconhecem-se as nacionalidades dos presos enviados para Omã, as autoridades locais, que aguardam que os EUA encontrem uma solução para estes detidos, dizem apenas que vão ficar por “um período de tempo limitado”.

Em janeiro do ano passado tinham chegado a este país do Golfo Pérsico 19 detidos.

Guantánamo chegou a albergar, em 2002, altura que foi criada, por George W. Bush, em resposta aos atentados de 11 de setembro de 2001, 800 presos. Quando Obama se tornou presidente eram 242. Restarão 45.

Obama tinha-se comprometido a encerrar esta prisão mas a falta de apoio do Congresso não permitiu que atingisse este objetivo.