Última hora

Em leitura:

UE não responde a Trump, Merker mantém confiança nos 27


mundo

UE não responde a Trump, Merker mantém confiança nos 27

A Comissão Europeia escusou-se a comentar as declarações do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, que afirmou que outros Estados-membros da União Europeia seguirão o exemplo do Reino Unido que abandonou a UE.

Quem ficou feliz foi Boris Johnson, com a possibilidade de um acordo de entre EUA e Reino Unido:

“Eu acho que é uma boa notícia os Estados Unidos da América querem fazer um bom acordo de comércio livre connosco, o mais rápido possível, é ótimo ouvir isso do presidente eleito Donald Trump. Mas terá que ser um acordo com interesse para ambos os lados, e não tenho dúvidas de que será”, adiantou o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico.

A chanceler alemã, Angela Merkel, também mencionada por Trump em entrevistas a meios de comunicação, um deles o alemão Bild, foi, acima de tudo, diplomata, mas defendendo os valores europeus:

“Penso que nós, europeus, temos o nosso destino nas nossas mãos. Vou continuar a trabalhar para uma cooperação eficiente entre os 27 Estados-membros”, afirmou Merkel.

Questionada sobre as críticas de Trump à resposta alemã à crise dos refugiados, a chanceler afirmou que aguarda pela tomada de posse do novo presidente dos EUA para trabalhar com ele essas matérias.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

México

Tiroteio num festival no México: autoridades descartam pista terrorista