Última hora

Em leitura:

Romenos e Presidente Iohannis contra eventual perdão a crimes de corrupção


Roménia

Romenos e Presidente Iohannis contra eventual perdão a crimes de corrupção

Milhares de romenos saíram para as ruas esta quarta-feira em protesto contra um projeto-lei do Ministério da Justiça com vista a conceder perdões, por exemplo, a quem foi sentenciado com penas de prisão inferiores a cinco anos.

A proposta em estudo visa ainda a descriminalização de abusos de poder que tenham custado aos cofres do Estado menos de 200.000 lei (cerca de 45 mil euros).

O protesto decorreu em diversas cidades da Roménia, incluindo Cluj e Timisoara. Na capital Budapeste, cerca de três mil pessoas concentraram-se diante do Governo.

Os manifestantes pediram a demissão do Advogado do Povo(Ombudsman), o antigo primeiro-ministro Victor Ciorbea, mas visaram também Liviu Dragnea, o atual presidente da câmara dos deputados do Parlamento.

Houve mesmo quem defendesse a queda do Governo eleito há pouco mais de um mês.

O Presidente da Roménia é outro dos opositores do projeto-lei em estudo. Klaus Iohannis marcou presença esta quarta-feira num conselho de Ministros e apelou aos membros do governo para não deixarem passar “da noite para o dia” uma lei que pode prejudicar o combate à corrupção no país.

O chefe de Estado pretende a discussão alargada aos juízes e aos eleitores. “Todos precisamos de reforçar o Estado de Direiro e o respeito pelas regras”, concluiu numa mensagem nas redes sociais.

O primeiro-ministro Sorin Grindeanu defende que estes perdões em estudo destinam-se a ajudar a aliviar as sobrecarregadas prisões romenas e garante que “não estão relacionados com corrupção, violência e crime organizado.”

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Mali

Al-Qaida do Magrebe reivindica atentado com 77 mortos no norte do Mali