Última hora

Em leitura:

"Beatriz at Dinner" apresentado no Festival de Cinema de Sundance


cinema

"Beatriz at Dinner" apresentado no Festival de Cinema de Sundance

A neve marcou presença quando a atriz méxico-americana, Salma Hayek, apresentou o seu novo filme durante o Festival de Cinema de Sundance. Salma desempenha o papel de uma trabalhadora mexicana que encontra o multimilionário Donald Trump durante um jantar.

“Isto vai para além do momento político que estamos a viver. Fala da perspetiva da América dividida. De duas perspetivas completamente diferentes que não conseguem comunicar muito bem neste momento. O filme é sobre isto”, revelou Salma Hayek.

“‘Beatriz at dinner”, em que Hayek desempenha o papel principal, é realizado por Miguel Arteta, um realizador portoriquenho que vive em Los Angeles. Beatriz trata da mãe de uma jovem que recupera de uma quimioterapia. Ao final do dia, o seu carro tem um problema e ela é convidada a ficar para um jantar de celebração de um negócio muito importante. Durante o serão entra em discussão com o multimilionário Donald Trump que gosta de caçar rinocerontes em África. O jantar transforma-se rapidamente num debate acalorado sobre política e ganância, num clima de tensão que pouco a pouco se torna inquietante…

“Lady Macbeth” foi apresentado no Festival de Cinema de Toronto e desde aí já participou em vários outros festivais internacionais. O papel principal é da atriz inglesa Florence Pugh que incarna a jovem Lady Katherine obrigada a um casamento de conveniência. Com o marido ausente, o comportamento da jovem é escrutinado ao pormenor pelo sogro de língua afiada, mas uma enorme determinação nasce na jovem Katherine.

“Ela apresenta-se como uma jovem inocente que, ao longo do filme, se transforma em alguém dominado pela violência e, no final do filme, está completamente transformada”, explica o realizador, William Oldroyd.

Florence Plugh fala da sua personagem: “É muito importante que nas primeiras cenas ela faça qualquer coisa com a qual nos possamos identificar, algo muito forte, que nos toque e que lamentemos e assim cria-se cumplicidade e seguimo-la até ao final ainda que tenha feito coisas erradas”.

O filme é a adptação da novela de Nikolai Leskov “Lady Macbeth of the Mtsensk District” , que Dmitri Shostakovich transformou em ópera. Katherine quer escapar desesperadamente à sua sorte e apaixona-se por um criado, ao mesmo tempo que desperta nela uma sede de vingança a qualquer preço.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Ator nascido na Guiné-Bissau protagoniza filme húngaro "O cidadão"

cinema

Ator nascido na Guiné-Bissau protagoniza filme húngaro "O cidadão"