Última hora

Em leitura:

Coreia do Sul: Amiga da Presidente declara inocência em escândalo de corrupção


Coreia do Sul

Coreia do Sul: Amiga da Presidente declara inocência em escândalo de corrupção

Choi Soon-sil está no centro de um escândalo de corrupção que envolve altas figuras da Coreia do Sul e que levou ao afastamento da Presidente sul coreana. Apelidada de “Rasputine” e amiga íntima da presidente, é acusada de interferir em assuntos do Estado e de extorsão.

No entanto, quando foi detida para interrogatório a empresária declarou inocência e insistiu que tinha sido obrigada a confessar perante os promotores. A presidente Park Geun-hye, acusada de corrupção e de tráfico de influências, aguarda decisão do Tribunal Constitucional.

Um dos juízes pediu aos restantes 8 colegas para tomarem uma decisão relativa à demissão da Presidente, antes do dia 13 de março. Dois dos juízes responsáveis pelo caso estão em processo de reforma o que pode comprometer as datas e as decisões.