Última hora

Em leitura:

Dijsselbloem: Trump vai estimular o reforço da união monetária


mundo

Dijsselbloem: Trump vai estimular o reforço da união monetária

A eleição de Donald Trump pode ser positiva para a Europa, que terá de se “unir” para garantir uma “união monetária mais forte”, disse na quinta-feira o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, na reunião com os restantes ministros das Finanças da Zona Euro.

Dijsselbloem defendeu que a Zona Euro tem de ser reforçada e aprofundada.

“Não somos protecionistas. Nós, na Europa, devemos continuar a trabalhar no livre comércio, mantendo naturalmente as normas europeias, a protecção do trabalho, a protecção do ambiente, etc. Mas sim, somos pelo comércio livre, e continuam a existir muitas oportunidades”, afirmou Dijsselbloem.

O presidente do Eurogrupo e ministro das Finanças holandês aproveitou para desmentir rumores de que o FMI tencione abandonar o terceiro resgate à economia grega, acrescentando que a Grécia tem de se comprometer com reformas credíveis.