Última hora

A França mostrou uma vez mais que é a maior potência do andebol mundial e tornou-se na primeira equipa a sagrar-se por seis vezes campeã do mundo, somando a quarta vitória nas cinco últimas edições do torneio.

A jogar em casa, a equipa gaulesa não desiludiu os mais de 15 mil espetadores presentes na final de Paris e impôs-se por 33-26 à Noruega, equipa pouco habituada a estas andanças e que ainda assim regressou a casa com a primeira medalha de sempre num grande torneio.

Nicola Karabatić terminou o encontro decisivo com seis golos e foi eleito o melhor jogador da competição, o central repetiu assim a distinção alcançada no mundial de 2011.