Última hora

Última hora

Condenação internacional do "ataque terrorista" contra mesquita do Quebeque

As autoridades locais confirmam a morte de pelo menos seis pessoas, há cerca de oito feridos e pelo menos dois suspeitos foram detidos.

Em leitura:

Condenação internacional do "ataque terrorista" contra mesquita do Quebeque

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos seis pessoas morreram e quase uma dezena ficou ferida após um tiroteio, este domingo à noite, na mesquita do centro islâmico da cidade do Quebeque, no Canadá. O caso está sob investigação, ainda não foi reivindicado, mas é já descrito pelos chefes de Governo local e nacional como “um ataque terrorista.”

O primeiro-ministro canadiano emitiu um comunicado condenando “o ataque terrorista contra muçulmanos num centro de oração e refúgio”.

“Os canadianos islâmicos formam parte importante do nosso tecido nacional e estes atos sem sentido não têm lugar nas nossas comunidades, cidades e país”, avisou Justin Trudeau.

O primeiro-ministro da província do Quebeque emitiu uma mensagem ditigida aos “compatriotas muçulmanos no Quebeque”: “Estamos todos convosco; vocês estão em casa e são bemvindos na vossa própria casa; somos todos quebequenses.”

“Temos de continuar juntos a construir uma sociedade aberta, acolhedora e pacífico”, apelou Philippe Couillard.

O Presidente francês, François Hollande, e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, também já condenaram este alegado ataque terrorista.

“Denuncio com a maior firmeza o odioso atentado que fez pelo menos seis mortos e numerosos feridos numa mesquita no Quebeque”, expressou o chefe de Governo gaulês pelas redes sociais da internet.

Por seu turno, o alto responsável da Organização do Tratado do Atlântico Norte condenou o “horrível ataque a uma mesquita na cidade do Quebeque”. “Os meus sentimentos estão com as vítimas, os familiares e o povo canadiano”, expressou Jens Stoltenberg.

De acordo com a polícia local, os seis mortos e os oito feridos terão entre 35 e 70 anos. Estariam cerca de 60 pessoas na mesquita à hora que começou a derradeira oração do dia, pelas 19:30 horas locais. Pelo menos 39 pessoas sobreviveram ilesas ao ataque.

Presume-se que o ataque tenha sido realizado por dois atiradores. A polícia foi alertada pelas 19:55 horas para um tiroteio em curso na mesquta de Sainte-Foy.

Duas pessoas foram, entretanto, detidas sob suspeita de ligação ao tiroteio — um nas proximidades da mesquita e outro alguns minutos depois numa zona já distante do local. Ambos estarão a ser interrogadas pelas autoridades.

Sobre estes detidos, alguns meios de comunicação locais adiantam tratar-se de um homem natural do Quebeque e de um outro de origem árabe. Um terá sido detido no edifício e outro já a alguma distância do local.

A agência Canadian Press reporta que já há seis meses esta mesma mesquita no Quebeque foi alvo de um ato de vandalismo contra o Islão. Uma cabeça de porco foi deixada à porta do centro de culto islâmico com uma mensagem escrita: “bom apetite.”

Em 2015, uma outra mesquita foi incendiada no Canadá, em Ontario.