Última hora

Se poucos conhecem o nome, praticamente todo o planeta conhece a obra: Masaya Nakamura, pioneiro japonês dos videojogos conhecido como o “pai do Pac-Man”, faleceu aos 91 anos. A morte aconteceu no passado dia 22, mas só foi comunicada esta segunda-feira pela Namco, a empresa fundada por Nakamura em 1955, que em 2005 fusionou com o gigante japonês Bandai.

A Namco lançou em 1980 a máquina com o “Pac-Man” original, desenhado pelo japonês Toru Iwatani e considerado como o jogo de “arcade” de maior êxito de todos os tempos pelo Guiness Book of Records, com um grande número de declinações ao longo dos anos e mesmo uma versão cinematográfica. Verdadeiro ícone da cultura japonesa, inspirou t-shirts, publicidades e mesmo o lutador de boxe filipino Manny Pacquiao.