Última hora

Em leitura:

EUA: Conferencista de extrema-direita inflama confrontos na Universidade de Berkeley


mundo

EUA: Conferencista de extrema-direita inflama confrontos na Universidade de Berkeley

A vaga de revolta contra a eleição de Donald Trump abalou esta noite uma das mais prestigiadas universidades dos Estados Unidos.

Centenas de estudantes envolveram-se em violentos confrontos com a polícia, na universidade de Berkeley, na Califórnia, um bastião da esquerda e dos liberais norte-americanos.

Na origem dos protestos, reprimidos com gás lacrimogéneo pelas forças da ordem, uma conferência de Milo Yiannopoulos, um escritor próximo da extrema-direita e colaborador do “site” de informação Breitbart, partidário de Donald Trump.

Os confrontos forçaram a Universidade a cancelar o evento, depois da polícia ter escoltado o escritor para fora do edifício.

Um manifestante afirma:

“Claro que é importante ouvir o campo adversário, mas não penso que Milo represente algo mais do que instabilidade, na política e no ambiente desta universidade. É importante reconhecer que o Milo não é a pessoa mais apropriada para ser convidada a partilhar as suas ideias neste estabelecimento”.

No mês passado, outra universidade da Califórnia, a de Davis, tinha sido igualmente obrigada a cancelar uma palestra do escritor.

Yiannopoulos, apontado como um provocador de extrema-direita, apresenta-se como um defensor da liberdade de expressão, quando é acusado de propagar o racismo, a misogínia e a islamofobia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

mundo

Vítimas no Iémen: Trump presta homenagem a oficial da marinha