Última hora

Em leitura:

Conflito na Ucrânia: União Europeia manterá pressão sobre a Rússia


A redação de Bruxelas

Conflito na Ucrânia: União Europeia manterá pressão sobre a Rússia

ALL VIEWS

Clique para descobrir

A União Europeia vai manter a pressão sobre a Rússia até que haja paz no leste da Ucrânia, onde a violência se reacendeu na última semana.

A garantia foi reafirmada na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros, esta segunda-feira, em Bruxelas.

Para a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, as prioridades são “o desagravamento da violência no leste, o não reconhecimento da anexação da Crimeia e o apoio contínuo à plena implementação do acordo de Minsk, negociado pelo Grupo da Normandia. Queremos investir no desenvolvimento socioeconómico para todos os ucranianos”.

Desde 29 de janeiro que a situação tem vindo a agravar-se, tendo morrido pelo menos três dezenas de pessoas nos combates entre as tropas ucranianas e os independentistas apoiados pela Rússia.

O governo britânico também não alterou a sua posição, com Boris Johnson a dizer que “não está muito claro como é que tudo começou, mas não existem condições para aligeirar as sanções e há que manter a pressão sobre a Rússia”.

Vários ministros disseram que o facto do novo Presidente dos Estados Unidos querer aproximar-se da Rússia não muda em nada a posição de fundo da União sobre este conflito, que já fez cerca de 10 mil mortos, desde abril de 2014.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

A redação de Bruxelas

Cimeira da UE: líderes apostam no apoio à Líbia e na unidade face a Trump