Última hora

Em leitura:

BP regressou aos lucros em 2016


mercados

BP regressou aos lucros em 2016

A petrolífera BP regressou aos lucros no ano passado. Os lucros líquidos anuais atingiram 115 milhões de dólares, o equivalente a 107 milhões de euros. Em 2015, o prejuízo tinha superado 6 mil milhões de euros, o pior resultado da sua história.

O presidente executivo da BP, Bob Dubley, destacou que 2016 foi “o ano em que se deram passos significativos para criar uma plataforma de crescimento”.

As contas do quarto trimestre desiludiram, mas mostram uma progressão dos resultados graças à redução dos custos e à subida do preço do petróleo.

As contas trimestrais ficaram aquém do previsto, mas o caso da BP não é único no setor.

O analista do CMC Markets, Michael Hewson, adianta:
“Muitas petrolíferas investem largas somas de capital com base em preços do barril de petróleo de setenta e cinco ou oitenta dólares. Mas o barril chegou a tocar os vinte e sete dólares e recuperou de forma significativa. As empresas reduziram fortemente o investimento, mas o mercado é muito competitivo e há um excesso de oferta, por isso, penso que, no mercado petrolífero, a procura vai continuar a ser limitada”.

No ano passado, o preço do barril de Brent chegou a tocar mínimos de 12 anos.

Para este ano, a BP prevê aumentar ligeiramente o investimento e a produção. A companhia espera que a recuperação do mercado prossiga, graças ao acordo entre países membros e não membros da OPEP para limitar a produção.

Mas para equilibrar as contas, a petrolífera necessita que o preço do barril ronde os 60 dólares.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

mercados

Unicredit: Ajuste do preço das ações após mega-aumento de capital