Última hora

Última hora

Consumo: Publicidades com comparações de preços obrigadas a explicar todos os termos das comparações

As comparações de preços de produtos feitas nas campanhas publicitárias dos supermercados são legais mas têm de ser explicados todos os termos das comparações.

Em leitura:

Consumo: Publicidades com comparações de preços obrigadas a explicar todos os termos das comparações

Tamanho do texto Aa Aa

As comparações de preços de produtos feitas nas campanhas publicitárias dos supermercados são legais mas têm de ser explicados todos os termos das comparações. A decisão foi tomada, esta quarta-feira, pelo Tribunal de Justiça da União Europeia.

Estas regras, que vão valer para todos os Estados-membros, surgem depois da cadeia de supermercados francesa Intermarché ter avançado para tribunal contra a outra cadeia francesa Carrefour…por causa de uma campanha de 2012 em que o Carrefour garantia os preços mais baixos, por comparação à concorrência. Mas em nenhum momento era referido na publicidade que as lojas Carrefour são hipermercados e as do Intermarché são consideradas supermercados. Ou seja, a capacidade negocial e de redução dos preços é muito maior nos hipermercados.

O Tribunal de Justiça diz agora que quem quiser fazer este tipo de campanha publicitária terá de especificar bem todos os detalhes para não induzir em erro os consumidores.