Última hora

Última hora

Christine Lagarde: “FMI está otimista em relação ao crescimento económico...dos EUA”

“O FMI está otimista em relação ao crescimento dos Estados Unidos” mas tem com poucas certezas quanto ao impacto a nível global.

Em leitura:

Christine Lagarde: “FMI está otimista em relação ao crescimento económico...dos EUA”

Tamanho do texto Aa Aa

“O FMI está otimista em relação ao crescimento dos Estados Unidos” mas tem com poucas certezas quanto ao impacto a nível global. Estas declarações foram feitas pela presidente do Fundo Monetário Internacional durante a intervenção no ‘World Government Summit’, que decorre no Dubai.

Chistine Lagarde lembrou que ainda se sabe muito pouco sobre as políticas do presidente Trump e por isso todas as previsões são um pouco vagas “mas de qualquer forma, há razões para sermos otimistas quanto ao crescimento da economia dos Estados Unidos. É expectável que haja uma reforma fiscal, investimentos adicionais em infraestruturas que tenham um impacto positivo no crescimento…dos Estados Unidos.

Mas esta evolução a curto prazo no país pode, no entanto, ter prejuízos para a economia global… sobretudo por causa das promessas de políticas protecionistas de Trump. Lagarde explica que “o dolar a subir, taxas de juro altas..este aperto vai ser difícil para a economia global e as economias nacionais vão ter de se preparar”.

Mas não são apenas os Estados Unidos que preocupam Lagarde. A líder do FMI acredita que as eleições deste ano em vários países da Europa podem agravar ainda mais o atual cenário de incerteza. Por isso, Christine Lagarde defendeu que é cada vez mais importante defender a globalização e o comércio internacional.

A enviada da euronews a este encontro no Dubai, Daleen Hassan, lembra que este evento ocorre num momento crucial. O diálogo e a troca de ideias entre quem toma decisões torna esta cimeira numa plataforma de unificação de esforços para responder aos desafios políticos, económicos e sociais que quase todos os países do mundo enfrentam”.