Última hora

Última hora

Juíz rejeita pedido dos Sioux para travar o oleoduto

O juiz de Washington D. C., disse que enquanto o petróleo não estiver a fluir através do oleoduto, não há nenhum dano imediato para o rio Cheyenne ou para as tribos.

Em leitura:

Juíz rejeita pedido dos Sioux para travar o oleoduto

Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa

Um juiz dos Estados Unidos rejeitou o pedido de duas tribos indígenas para emitir uma ordem de emergência de forma a travar a construção da secção restante do oleoduto Dakota Access.

O juiz disse que enquanto o petróleo não estiver a fluir através do oleoduto, não há nenhum dano imediato para o rio Cheyenne ou para as tribos Standing Rock Sioux, que pretendem que a suspensão da construção.

O juiz disse também que vai analisar os argumentos na próxima audição, que deverá ocorrer a 27 deste mês.

As tribos apresentaram o pedido a semana passada, depois de a empresa construtora do oleoduto conseguir autorização federal para colocar os tubos sob um reservatório do rio Missouri, estado do Dakota do Norte.

Esta é a última grande secção do oleoduto que precisa de ser construída para levar petróleo entre o norte de Dakota e o Ilinóis.

As tribos alegam que o oleoduto vai pôr em perigo as atrações culturais e o abastecimento de água.