Última hora

Em leitura:

Liga dos Campeões: Real e Nápoles prometem emoções fortes em Madrid


Desporto

Liga dos Campeões: Real e Nápoles prometem emoções fortes em Madrid

Líder da Liga espanhola, apesar de ter menos dois jogos do que o Barcelona, o Real Madrid regressa esta quarta-feira à Liga dos Campeões para medir forças com o Nápoles, clube de má memória esta temporada para o Benfica.

Gareth Bale, que esteve lesionado, ainda não deverá ser opção para o encontro da primeira mão dos oitavos-de-final, no Santiago Bernabéu.

O Real sonha tornar-se na primeira equipa a revalidar o título na Liga dos Campeões, mas o técnico dos ‘merengues’ avisa que o caminho para a final de Cardiff “é longo e difícil”. Zinédine Zidane preferiu mostrar o seu agrado por ter todo o plantel à disposição, “o que torna mais difícil a escolha de quem irá jogar”, afirmou.

Depois de ter derrotado o Benfica nos dois encontros da fase de grupos e de ter terminado no primeiro lugar do Grupo B, o Nápoles chega a Madrid em busca de voltar a viver os momentos de glória dos anos 80, quando venceu a Taça UEFA e contava com Maradona, que estará entre os 10 mil adeptos napolitanos esperados nas bancadas.

Será também um regresso a casa para Callejón e Albiol, que ganharam a Liga com o Real.

No último encontro entre as duas equipas no Bernabéu, há 30 anos, o Real venceu por 2-0.

O técnico Maurizio Sarri promete “escolher um onze equilibrado”. Quer “atacar, mas com cuidado” e considera que “trocar dois jogadores para jogar de uma forma mais defensiva nunca seria suficiente para travar a força ofensiva do Real”.

No outro encontro da noite, Bayern e Arsenal enfrentam-se em Munique depois de terem vencido no fim-de-semana, mas com exibições que não encheram o olho.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Desporto

Volta a Omã: Kristoff repete triunfo na 1.ª etapa. Rui Costa termina com o mesmo tempo do vencedor