Última hora

Última hora

EUA reiteram compromisso com a NATO

O secretário-geral da NATO diz-se satisfeito pelos Estados Unidas da América reiterarem o vínculo com o Tratado do Atlântico Norte.

Em leitura:

EUA reiteram compromisso com a NATO

Tamanho do texto Aa Aa

O secretário-geral da NATO diz-se satisfeito pelos Estados Unidas da América reiterarem o vínculo com o Tratado do Atlântico Norte.

Seguindo as diretrizes anunciadas por Donald Trump, o secretário norte-americano da defesa, James Mattis, poderá exigir um maior investimento, por parte dos membros da Aliança Atlântica.

Fazendo referência à anexação da Crimeia pela Federação russa, Mattis afirmou:

“Os eventos de 2014 foram dececionantes e devemos continuar a adaptar-nos ao que nos foi revelado em termos dos nossos desafios de segurança. A aliança continua a ser uma pedra fundamental para os Estados Unidos”.

O secretário-geral da Organização, Jens Stoltenberg, sublinha que: “os desafios que enfrentamos são os mais complexos e exigentes da última geração. Nem a Europa nem a América do Norte podem enfrentá-los sozinhas. Por isso, congratulo-me com o compromisso dos Estados Unidos para com o vínculo transatlântico.”

A anexação da Crimeia pela Rússia desestabilizou o leste europeu.

A Casa Branca insiste que os Estados-membros devem investir mais na luta contra o terrorismo.

Os Estados Unidos, a Grã-Bretanha, a Polónia, a Grécia e a Estónia “cumprem, já, a meta de 2%” do PIB, em investimento.

Letónia, Lituânia e Roménia aproximam-se deste valor.

Portugal espera investir pouco mais de 1% do PIB, na defesa, até 2020.