Última hora

Última hora

Mattis quer membros da NATO menos dependentes dos EUA

Entretanto, foi anunciado um plano para a compra conjunta de aviões e submarinos.

Em leitura:

Mattis quer membros da NATO menos dependentes dos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Os países da NATO vão ter de depender menos das ajudas dos Estados Unidos. Foi o aviso deixado pelo secretário norte-americano de defesa, James Mattis, na cimeira da Aliança Atlântica em Bruxelas. Os países membros anunciaram um plano para a compra conjunta de aviões e submarinos. Quanto a uma eventual colaboração militar entre os Estados Unidos e Rússia, Mattis diz que não é pra já: “Ainda não estamos em posição de colaborar a nível militar. Mas os nossos líderes políticos vão empenhar-se em encontrar um caminho comum nas matérias em que a Rússia está a faltar aos compromissos”.

Neste que foi o primeiro encontro de um membro da administração Trump com os ministros da Aliança Atlântica, tanto Mattis como o secretário-geral da NATO Jens Soltenberg descansaram os representantes dos vários países membros, ao reafirmarem que o compromisso para a defesa coletiva é incondicional.