Última hora

Última hora

Somali desafia frio e neve para fugir dos EUA para o Canadá

Apesar das temperaturas bastante negativas, cada vez mais indocumentados fogem dos Estados Unidos para o Canadá, desde que Donald Trump chegou à Casa Branca.

Em leitura:

Somali desafia frio e neve para fugir dos EUA para o Canadá

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das temperaturas bastante negativas, cada vez mais indocumentados fogem dos Estados Unidos para o Canadá, desde que Donald Trump chegou à Casa Branca.

Em plena noite, na fronteira entre a província canadiana de Manitoba e do Estado norte-americano do Minnesota, um jornalista encontra um homem perdido e esgotado: trata-se de um somali, cheio de medo, pois pensa que ainda está nos Estados Unidos e que foi descoberto pela guarda fronteiriça.

Na conversa que se segue, o jornalista canadiano explica-lhe que já está no Canadá e fica a saber que Mohammad caminhou durante 21 horas, com um único objetivo em mente: fugir da perspetiva de expulsão dos Estados Unidos e chegar ao território canadiano, onde espera obter o estatuto de refugiado.

O jovem somali diz não se sentir bem e estar extremamente cansado. As autoridades são chamadas e Mohammad é levado, para receber assistência médica.

Desde o sábado passado, dezenas de migrantes chegaram do Minnesota a Manitoba da mesma forma, desafiando o frio e a neve. Um fluxo que deverá aumentar, face à política anti-imigração de Trump.