Última hora

Última hora

Geórgia: Milhares nas ruas para apoiar canal de TV em 'perigo'

Milhares de pessoas saíram às ruas para apoiar o canal Rustavi 2, que se encontra numa batalha legal. Um empresário, conotado com o governo, exige regressar à posição maioritária que detinha.

Em leitura:

Geórgia: Milhares nas ruas para apoiar canal de TV em 'perigo'

Tamanho do texto Aa Aa

Um mar de gente saiu às ruas de Tbilissi num protesto de apoio ao canal independente mais popular da Geórgia.

A televisão Rustavi 2 está envolvida numa batalha legal. A administração acusa o governo de tentar controlar o canal através de uma ação judicial que o empresário e antigo acionista maioritário, Kibar Khalvashi, leva a cabo.

O diretor-geral do canal afirma que a liberdade de informação e expressão estão em causa.

“Nós somos independentes, somos críticos e a Geórgia precisa de vozes críticas, as Geórgia precisa de liberdade de imprensa, liberdade de expressão e precisamos de democracia na Georgia”, garante Nika Gvaramia, diretor-geral da 2.

“Sem a Rustavi 2 a democracia da Geórgia vai sofrer, por isso é que é importante todos os cidadãos apoiarem a liberdade de expressão. Estou aqui em primeiro lugar para apoiar a minha liberdade de expressão e depois porque nós precisamos da política editorial da Rustavi 2 tal como está”, diz uma manifestante.

O empresário que colocou o canal nos tribunais, Kibar Khalvashi garante ter sido obrigado a vender a sua posição em 2006 e agora exige regressar à anterior posição.

Através de uma porta-voz o presidente Giorgi Margvelashvili diz apoiar a liberdade de imprensa.

O canal interrompeu as emissões como forma de protesto.

O Supremo tribunal pronuncia-se em breve.