Última hora

Em leitura:

Geórgia: Milhares nas ruas para apoiar canal de TV em 'perigo'


Geórgia

Geórgia: Milhares nas ruas para apoiar canal de TV em 'perigo'

Um mar de gente saiu às ruas de Tbilissi num protesto de apoio ao canal independente mais popular da Geórgia.

A televisão Rustavi 2 está envolvida numa batalha legal. A administração acusa o governo de tentar controlar o canal através de uma ação judicial que o empresário e antigo acionista maioritário, Kibar Khalvashi, leva a cabo.

O diretor-geral do canal afirma que a liberdade de informação e expressão estão em causa.

“Nós somos independentes, somos críticos e a Geórgia precisa de vozes críticas, as Geórgia precisa de liberdade de imprensa, liberdade de expressão e precisamos de democracia na Georgia”, garante Nika Gvaramia, diretor-geral da 2.

“Sem a Rustavi 2 a democracia da Geórgia vai sofrer, por isso é que é importante todos os cidadãos apoiarem a liberdade de expressão. Estou aqui em primeiro lugar para apoiar a minha liberdade de expressão e depois porque nós precisamos da política editorial da Rustavi 2 tal como está”, diz uma manifestante.

O empresário que colocou o canal nos tribunais, Kibar Khalvashi garante ter sido obrigado a vender a sua posição em 2006 e agora exige regressar à anterior posição.

Através de uma porta-voz o presidente Giorgi Margvelashvili diz apoiar a liberdade de imprensa.

O canal interrompeu as emissões como forma de protesto.

O Supremo tribunal pronuncia-se em breve.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Bielorrússia

Bielorrússia: Nova jornada de protestos contra a "lei anti-parasitas"