Última hora

Em leitura:

Português Diogo Costa Amarante vence Urso de Ouro para melhor curta-metragem


mundo

Português Diogo Costa Amarante vence Urso de Ouro para melhor curta-metragem

O português Diogo Costa Amarante venceu o Urso de Ouro, da Berlinale, para melhor curta-metragem, “Cidade Pequena”. Um filme sobre um menino de 6 anos que descobre que a morte é o resultado do parar de bater do coração.

O português Diogo Costa Amarante à direita

Mas o grande prémio da noite, o de melhor filme, foi para a Hungria.

Ildiko Enyedi bateu a competição com «On Body and Soul», uma história de amor pouco convencional:

“É um filme apaixonado mas se não se entrar neste pequeno labirinto desde o início não se consegue perceber, é como se se visse apenas um frio gelado, pessoas distantes, frias, num ambiente gélido, a grande paixão está escondida por detrás”, explica a realizadora.

O Urso de Prata para melhor realizador foi para a Finlândia. O vencedor foi o realizador Aki Kaurismaki, com “The Other Side of Hope”.

“Este ano, a surpresa foi a escolha de júri, presidido por Paul Verhoeven, de atribuir o Urso de Ouro a um filme romântico. A Berlinale galardoa, geralmente, com os prémios mais importantes filmes com conteúdo político e social”, explica o enviado da euronews à Berlinale, Wolfgang Spindler.

Lista dos vencedores da 67.ª edição do Festival de Cinema de Berlim:

- Urso de Ouro para melhor filme: “Testrol es lelekrol” (On Body and Soul), da realizadora húngara Ildiko Enyedi.

- Urso de Prata do Grande Prémio do Júri: “Felicite”, de Alain Gomis.

- Urso de Prata para melhor realizador: Aki Kaurismaki, por “Toivon tuolla puolen” (“The Other Side of Hope”).

-Urso de Prata para melhor atriz: Kim min-hee em “Bamui haebyun-eoseo honja” (“On the Beach at Night Alone”).

- Urso de Prata para melhor ator: Georg Friedrich em “Helle Naechte” (“Bright Nights”), Thomas Arslan.

- Urso de Prata por contribuições artísticas (edição): Dana Bunescu, por Calin Peter Netzer’s “Ana, mon amour”.

- Urso de Prata para o melhor guião: “Una mujer fantastica” (“A Fantastic Woman”), Sebastian Lelio e Gonzalo Maza.

- Prémio Alfred Bauer pelo trabalho com especial inovação: “Pokot” (“Spoor”), Agnieszka Holland.

- Melhor documentário: “Istiyad Ashbah” (“Ghost Hunting”), Raed Andoni.

- Melhor primeira longa-metragem: “Estiu 1993” (“Summer 1993”) Carla Simon.

- Urso de Ouro para melhor curta-metragem: “Cidade Pequena” (“Small Town”), Diogo Costa Amarante.

- Urso para melhor filme com contexto gays ou lésbicas: “Una mujer fantastica” (“A Fantastic Woman”), Sebastian Lelio.

- Urso para melhor documentário com contexto gays ou lésbicas: “Ri Chang Dui Hua” (“Small Talk”).

Forças iraquianas iniciam ataque contra grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul

Iraque

Forças iraquianas iniciam ataque contra grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul