Última hora

Em leitura:

Português Diogo Costa Amarante vence Urso de Ouro para melhor curta-metragem


mundo

Português Diogo Costa Amarante vence Urso de Ouro para melhor curta-metragem

O português Diogo Costa Amarante venceu o Urso de Ouro, da Berlinale, para melhor curta-metragem, “Cidade Pequena”. Um filme sobre um menino de 6 anos que descobre que a morte é o resultado do parar de bater do coração.

O português Diogo Costa Amarante à direita

Mas o grande prémio da noite, o de melhor filme, foi para a Hungria.

Ildiko Enyedi bateu a competição com «On Body and Soul», uma história de amor pouco convencional:

“É um filme apaixonado mas se não se entrar neste pequeno labirinto desde o início não se consegue perceber, é como se se visse apenas um frio gelado, pessoas distantes, frias, num ambiente gélido, a grande paixão está escondida por detrás”, explica a realizadora.

O Urso de Prata para melhor realizador foi para a Finlândia. O vencedor foi o realizador Aki Kaurismaki, com “The Other Side of Hope”.

“Este ano, a surpresa foi a escolha de júri, presidido por Paul Verhoeven, de atribuir o Urso de Ouro a um filme romântico. A Berlinale galardoa, geralmente, com os prémios mais importantes filmes com conteúdo político e social”, explica o enviado da euronews à Berlinale, Wolfgang Spindler.

Lista dos vencedores da 67.ª edição do Festival de Cinema de Berlim:

- Urso de Ouro para melhor filme: “Testrol es lelekrol” (On Body and Soul), da realizadora húngara Ildiko Enyedi.

- Urso de Prata do Grande Prémio do Júri: “Felicite”, de Alain Gomis.

- Urso de Prata para melhor realizador: Aki Kaurismaki, por “Toivon tuolla puolen” (“The Other Side of Hope”).

-Urso de Prata para melhor atriz: Kim min-hee em “Bamui haebyun-eoseo honja” (“On the Beach at Night Alone”).

- Urso de Prata para melhor ator: Georg Friedrich em “Helle Naechte” (“Bright Nights”), Thomas Arslan.

- Urso de Prata por contribuições artísticas (edição): Dana Bunescu, por Calin Peter Netzer’s “Ana, mon amour”.

- Urso de Prata para o melhor guião: “Una mujer fantastica” (“A Fantastic Woman”), Sebastian Lelio e Gonzalo Maza.

- Prémio Alfred Bauer pelo trabalho com especial inovação: “Pokot” (“Spoor”), Agnieszka Holland.

- Melhor documentário: “Istiyad Ashbah” (“Ghost Hunting”), Raed Andoni.

- Melhor primeira longa-metragem: “Estiu 1993” (“Summer 1993”) Carla Simon.

- Urso de Ouro para melhor curta-metragem: “Cidade Pequena” (“Small Town”), Diogo Costa Amarante.

- Urso para melhor filme com contexto gays ou lésbicas: “Una mujer fantastica” (“A Fantastic Woman”), Sebastian Lelio.

- Urso para melhor documentário com contexto gays ou lésbicas: “Ri Chang Dui Hua” (“Small Talk”).

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Iraque

Forças iraquianas iniciam ataque contra grupo Estado Islâmico na parte ocidental de Mossul