Última hora

Em leitura:

EUA: Polícia nega ter havido tiroteio no Texas


EUA

EUA: Polícia nega ter havido tiroteio no Texas

As autoridades policiais informaram que não há feridos nem provas de ter havido um tiroteio, na terça-feira, dentro de um hospital no Centro Médico do Texas, em Houston, apesar de relatos de tal ocorrência.

“Não posso dizer que não houve tiroteio”, afirmou o chefe da polícia de Houston, Art Acevedo, dizendo: “Estou confiante em que se houve alguma ameaça, essa ameaça não está presente aqui e agora. Fizemos buscas minuciosas às instalações em mais de uma ocasião. Não há razão para receios”.

Acevedo afirmou que cães treinados em detetar pistas nestas situações não encontraram qualquer indício, pelo que as operações no Hospital Ben Taub, um dos principais centros de tratamento de trauma da cidade, voltaram ao normal.

Por precaução, ficaram agentes em cada piso. O hospital tem cerca de 500 camas.

Várias testemunhas disseram ter ouvido “duas fortes explosões”, disse o chefe policial.

“É um hospital”, constatou, adiantando: “Quem sabe que explosões terão sido?”

Avançou que a polícia recebeu vários relatos de tiroteio na tarde de terça-feira, que provocaram o envio de vários agentes e de uma equipa da unidade especial de polícia.

Centenas de empregados e doentes foram retirados do hospital, alguns em cadeiras de rodas ou macas. Cerca de duas horas depois, começaram a reentrar.

A polícia investigou todos os seis pisos e o rés-do-chão do edifício, após o que fez uma segunda inspeção, disse Acevedo.

O Ben Taub integra o Centro Médico do Texas, que se considera o maior complexo médico do mundo. Esta infraestrutura de saúde cobre 544 hectares, emprega mais de cem mil pessoas, tem mais de nove mil camas e faz mais de 180 mil cirurgias anualmente.