Última hora

Última hora

Ofensiva em Mossul pode fazer 250 mil deslocados

O governo do Iraque construiu um campo de refugiados a oeste da cidade, em apenas 45 dias.

Em leitura:

Ofensiva em Mossul pode fazer 250 mil deslocados

Tamanho do texto Aa Aa

Os combates em Mossul, a última grande cidade no Iraque ainda ocupada, em parte, pelo grupo Estado Islâmico, podem fazer mais de 250.000 deslocados, segundo as Nações Unidas.

O governo do Iraque construiu um campo de refugiados a oeste da cidade, em apenas 45 dias, a prever os combates para libertar a zona a oeste do Ninive.

O porta-voz do alto comissariado da ONU para os refugiados, Matthew Saltmarsh, faz um ponto da situação: “Estima-se que haja 250.000 deslocados. Desde o começo da ofensiva a 17 de outubro, 217.000 pessoas já fugiram dos combates e 160.000 continuam deslocadas. Muitas voltaram já para casa, nas zonas recentemente reconquistadas. Mas a situação é pouco clara e é terrível para aqueles que estão encurralados ou que estão afetados pela guerra”.

As tropas iraquianas, com o apoio dos Estados Unidos, conseguiram novos avanços na segunda-feira, ao expulsar os combatentes do Daesh de uma colina próxima da aldeia de Abu Saif, apenas a dois quilómetros do aeroporto de Mossul. O próximo objetivo é a tomada do aeroporto, para que passe a servir de base à ofensiva aliada.