Última hora

Última hora

Breves de Bruxelas: impacto dos desafios alemães na União

As três maiores economias da zona do euro estão sob forte escrutínio na avaliação económico-social ao conjunto dos Estados-membros feita pela Comissão Europeia.

Em leitura:

Breves de Bruxelas: impacto dos desafios alemães na União

Tamanho do texto Aa Aa

As três maiores economias da zona do euro estão sob forte escrutínio na avaliação económico-social ao conjunto dos Estados-membros feita pela Comissão Europeia.

Alemanha, França e Itália enfrentam desequilíbrios económico-financeiros que têm grande impacto na estabilidade do bloco. Os dados oficiais mostram, por exemplo, que o superavit comercial alemão subiu para um nível recorde, em 2016, criando “distorções em toda a zona euro”.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária destacamos, também, a política de asilo alemã. A chanceler Angela Merkel recebeu algumas críticas devido à política de porta aberta para os refugiados, mas agora o seu governo está disposto a adotar regras mais rigorosas para os requerentes de asilo.

Para encerrar, lembramos que o primeiro-ministro irlandês, Enda Kenny, estará em Bruxelas, esta quinta-feira, para se reunir com Jean-Claude Juncker.

Enda Kenny tem expressado preocupação com o Brexit, dizendo que é preciso evitar criar demasiadas barreiras, porque o Reino Unido é um importante parceiro comercial da Irlanda.

Enda Kenny tem expressado preocupação com o Brexit, dizendo que é preciso evitar criar demasiadas barreiras, porque o Reino Unido é um impotante parceiro comercial da Irlanda.