Última hora

Em leitura:

Economia britânica cresceu menos do que o previsto no final de 2016


economia

Economia britânica cresceu menos do que o previsto no final de 2016

A economia do Reino Unido cresceu menos do que o previsto nos últimos três meses do ano passado, tendo sido penalizada pela quebra do investimento das empresas e pelo aumento acentuado do consumo das famílias. O crescimento do PIB foi então revisto em baixa de 2,2% para 2%.

Já em termos trimestrais – ou seja, na comparação com os três meses anteriores – a subida do Produto Interno Bruto foi revista em alta de 0,6 para 0,7% e ao longo de todo o ano foi registada uma evolução positiva.

Destaque ainda para os dados do gabinete nacional de estatística sobre o crescimento do crédito, que abrandou de forma acentuada em Dezembro, para além das vendas a retalho, que subiram ao ritmo mais fraco em mais de três anos.
Entre Outubro e Dezembro, o consumo das famílias subiu 0,7%, abaixo dos 0,9% inicialmente estimados.
Andy Haldane, economista chefe do Banco de Inglaterra lembra que “é verdade que a maioria dos consumidores, durante os últimos 6, 9 meses ignoraram o impacto do Brexit. De qualquer forma já há algumas mudanças, com a perda de poder de compra com a subida dos preços. Acreditamos que vai haver algum impacto no consumo”.

economia

ECOFIN acentua luta à evasão fiscal das multinacionais