Última hora

Em leitura:

Turquia elimina 44 combatentes do Daesh na síria


Síria

Turquia elimina 44 combatentes do Daesh na síria

A Turquia anunciou a morte de 44 combatentes do grupo Estado Islâmico numa operação conjunta com os Estados Unidos e grupos rebeldes apoiados por Ancara em Al Bab, no norte da Síria.

Desde o início da operação “Escudo do Eufrates”, nome de código para a intervenção da Turquia na Síria, morreram também 69 militares turcos.

Al-Bab é um dos pontos mais quentes da Síria, único local onde as quatro fações em conflito estão presentes em número significativo: As tropas governamentais, o Daesh, o Exército Livre da Síria, rebeldes moderados apoiados pelos turcos, e as forças curdas. Al-Bab é ainda considerada um bastião do Daesh.

Noutra província também dominada ainda pelos radicais islâmicos, Deir El-Zor, as Forças Democráticas Sírias conseguiram penetrar pela primeira vez. Esta é uma coligação que inclui milícias curdas e árabes. A incursão em Deir El-Zor é passo no caminho para a conquista de Raqqa, a autoproclamada capital do Daesh na Síria.