Última hora

Em leitura:

Greve na Alitalia contra supressão de postos de trabalho


Itália

Greve na Alitalia contra supressão de postos de trabalho

A transportadora aérea Alitalia viu-se obrigada a suspender esta quinta-feira 60 por cento dos voos previstos, devido a uma greve para contestar a supressão de um grande número de postos de trabalho, no quadro do plano de reorganização da empresa.

Os sindicatos denunciam uma “situação crítica” na companhia italiana e sublinham a “inquietude” dos trabalhadores, lembrando que a Alitalia “já passou por duas restruturações” na última década.

Um sindicalista, Danilo Recine, frisa que “é a terceira fez que a Alitalia está na bancarrota em menos de 10 anos. Todos se lembram da primeira vez, em 2008, quando disseram que seria o início de uma nova era de prosperidade. Mas em 2014 houve uma segunda bancarrota e agora outra”.

A Alitalia registou perdas da ordem dos 460 milhões de euros em 2016 e espera um cenário equivalente para este ano. A imprensa italiana estima que o novo plano de redução de custos poderá significar a supressão de 2000 dos cerca de 12.000 postos de trabalho na Alitalia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Paquistão

Novo atentado no Paquistão após anúncio de intensificação de uma operação antiterrorista