Última hora

Em leitura:

Marine Le Pen interrompida por ativista em topless


França

Marine Le Pen interrompida por ativista em topless

Marine Le Pen, candidata da Frente Nacional, às presidenciais francesas, foi surpreendida, esta quinta-feira, durante uma conferência de imprensa, em Paris.

A representante da extrema-direita gaulesa, e frente a uma plateia de apoiantes, jornalistas e diplomatas, foi interrompida por uma ativista do grupo Femen, em topless, quando discursava para uma plateia composta.

Enquanto era retirada, à força, da sala, pelos seguranças, a jovem gritava “Marine, falsa feminista”.

A líder da Frente Nacional passou por cima da situação, airosamente, afirmando, a sorrir, “o mundo como ele é e não como eu gostava que fosse”, uma ideia que defendida no momento em que foi interrompida, e ainda teve direito a aplausos.

À margem deste momento, inesperado, voltou a bater na tecla, o centro deste seu discurso, do fim da União Europeia, “o monstro burocrático“que “destrói a Europa das Nações”, como afirmou.

Quanto aos seguranças de Le Pen, são conhecidos pela “brutalidade”. A um de fevereiro, expulsaram à força, um jornalista do “Quotidien”, que colocava a Le Pen uma questão sobre o alegado emprego fictício na União Europeia.