Última hora

Última hora

Marine Le Pen interrompida por ativista em topless

Marine Le Pen, candidata da Frente Nacional, às presidenciais francesas, foi surpreendida, esta quinta-feira, durante uma conferência de imprensa, em Paris.

Em leitura:

Marine Le Pen interrompida por ativista em topless

Tamanho do texto Aa Aa

Marine Le Pen, candidata da Frente Nacional, às presidenciais francesas, foi surpreendida, esta quinta-feira, durante uma conferência de imprensa, em Paris.

A representante da extrema-direita gaulesa, e frente a uma plateia de apoiantes, jornalistas e diplomatas, foi interrompida por uma ativista do grupo Femen, em topless, quando discursava para uma plateia composta.

Enquanto era retirada, à força, da sala, pelos seguranças, a jovem gritava “Marine, falsa feminista”.

A líder da Frente Nacional passou por cima da situação, airosamente, afirmando, a sorrir, “o mundo como ele é e não como eu gostava que fosse”, uma ideia que defendida no momento em que foi interrompida, e ainda teve direito a aplausos.

À margem deste momento, inesperado, voltou a bater na tecla, o centro deste seu discurso, do fim da União Europeia, “o monstro burocrático“que “destrói a Europa das Nações”, como afirmou.

Quanto aos seguranças de Le Pen, são conhecidos pela “brutalidade”. A um de fevereiro, expulsaram à força, um jornalista do “Quotidien”, que colocava a Le Pen uma questão sobre o alegado emprego fictício na União Europeia.