Última hora

Em leitura:

Objetivo: Salvar o Quoll da extinção


Sci-tech

Objetivo: Salvar o Quoll da extinção

Esta é uma das raras filmagens de um Quoll manchado e pode tornar-se ainda mais rara.

Este marsupial encontra-se na lista de animais em risco de extinção. A sua sobrevivência está ameaçada pela introdução, no seu habitat natural de predadores como a raposa ou o gato selvagem, no Parque Nacional de Otway, em Victoria, na Austrália.

“A suposição era a de que, preservando tanto país no sistema de reserva nacional, a conservação estaria assegurada. Mas, estamos cada vez mais a ver que sem intervenção direta, vamos perder grande parte das nossas espécies mais ameaçadas”, explica Jack Pascoe, do Centro de Conservação Ecológica.

A extinção de uma espécie, em si, preocupa os cientistas mas, também, pelas repercussões que isso teria no ecossistema.

Para promover o aumento da população de Quolls, e outras espécies ameaçadas, foram montadas cerca de quatro centenas de câmaras, no Parque de Otway.

Depois de mais de duzentas mil horas de gravações, as câmaras captaram vários exemplares de Potoroo de Nariz Longo, Bandicoots, Antechinus, e de outras espécies mas apenas um Quoll.

Os cientistas vão utilizar os dados obtidos pelas imagens para apanhar a raposa no Otway.

A cientista, Cathy Longmore explica que “assim, nós conseguimos ver que animais temos em determinadas áreas, quantas raposas temos, quantos gatos selvagens temos. Podemos comparar e ver quantos tínhamos no ano um, no ano cinco, dez e no futuro. Esperamos…”

Nos últimos três anos, treinaram-se vários cães para detetarem o odor dos Quolls.

Este é uma das medidas que os cientistas esperam que ajude a preservar esta espécie vital para o ecossistema.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

Sci-tech

Londres: Tecnologia para monitorizar a poluição atmosférica