Última hora

Em leitura:

Oposição apela a negociações diretas para a paz na Síria


Suíça

Oposição apela a negociações diretas para a paz na Síria

Um apelo a negociações diretas para a paz na Síria. Na véspera do início de mais uma ronda de negociações esta quinta-feira em Genebra, a oposição fez saber que pretende conversações diretas.

Nos últimos três encontros, em fevereiro, março e abril nunca houve discussões frente a frente.

A proposta partiu do representante do Alto Comité das Negociações que junta os grupos chave da oposição síria.

“Queremos ver uma seriedade real na mesa das negociações, é por isso que pedimos negociações diretas, para poupar tempo, porque todo os dias nos custam, a nós e aos sírios, mais almas, fome e cercos”, explicou Salem al-Muslet.

A oposição já terá pedido negociações diretas em abril.

Apesar de mais uma ronda de discussões, poucos esperam um progresso significativo.

“Não espero um progresso imediato nesta ronda de negociações mas sim o principio de uma série de rondas que nos vão permitir ir muito mais longe nas coisas concretas, essenciais para uma solução política na Síria”, referiu Staffan de Mistura.

A oposição exige a saída do Presidente Bashar al-Assad e a criação de um organismo transitório que organize eleições.

O regime aceita a realização de eleições após um acordo de paz, mas o destino do chefe de Estado sírio não é negociável.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Reino Unido

Comandante da operação que matou brasileiro Menezes nomeada chefe da Scotland Yard