Última hora

Em leitura:

Ashgar Farhadi favorito ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro


cinema

Ashgar Farhadi favorito ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro

Em parceria com

O Vendedor

Asghar Farhadi não é propriamente um estranho nos Óscares. Vencedor em 2012 com “Uma Separação”, o realizador iraniano é de novo candidato ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, com “O Vendedor”. Farhadi e a equipa do filme já anunciaram que vão boicotar a cerimónia, contra as políticas de Donald Trump.

“Não quero que o meu público espere que cada filme meu receba o maio número de prémios possível ou sequer que tenha prémios. Isso seria limitador, para mim”, dizia Farhadi em janeiro.

Toni Erdmann

Se o filme iraniano é o favorito, Toni Erdmann, da Alemanha, realizado por Maren Ade, tem também boas hipóteses e pode ser a primeira comédia, desde 2003, a ganhar este Óscar.

Um homem chamado Ove

Da Suécia chega “Um homem chamado Ove”, realizado por Hannes Holm e adaptado de um best-seller de Fredrik Backman. Foi o filme estrangeiro com mais entradas nos Estados Unidos, no ano passado.

Land of Mine

Outra aposta europeia é
“Land of Mine”, da Dinamarca, com realização de Martin Zandvliet. Uma história sobre os prisioneiros de guerra alemães, durante a Segunda Guerra Mundial, obrigados a procurar minas antipessoais de mãos nuas.

Tanna

Finalmente, “Tanna” é a primeira nomeação da Austrália nesta categoria. Dos realizadores Martin Butler e Bentley Dean, é uma história de amor passada numa ilha do Pacífico Sul.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

O Óscar de Melhor Atriz vai para...