Última hora

Em leitura:

França: Justiça abre porta a imputação de Fillon


França

França: Justiça abre porta a imputação de Fillon

O candidato conservador às presidenciais em França, François Fillon, será alvo de ações judiciais no inquérito ao escândalo dos “empregos fictícios”, que implica a mulher e dois dos seus filhos.

A Procuradoria Nacional Financeira anunciou a nomeação de um juíz de instrução para investigar possíveis irregularidades, abrindo a porta à imputação do candidato.

A investigação faz referência a acusações de desvio de fundos públicos, tráfico de influências e ocultação de atividades, segundo o comunicado da procuradoria francesa.

Desde que o escândalo viu a luz do dia, Fillon tem negado sistematicamente qualquer má conduta, afirmando que a esposa foi paga por trabalho real como sua assistente parlamentar. Se o líder conservador vencer as presidenciais antes do fim da investigação, esta seria suspendida durante os cinco anos do mandato presidencial.

Cisjordânia

Confrontos entre palestinianos e soldados israelitas nos 23 anos do massacre de Hebron