Última hora

Em leitura:

PSA tranquiliza Londres sobre compra da Opel/Vauxhall


empresas

PSA tranquiliza Londres sobre compra da Opel/Vauxhall

A PSA Peugeot-Citröen não pretende encerrar as fábricas da Vauxhall no Reino Unido, pelo contrário, quer expandir a produção. As garantias foram dadas por Carlos Tavares, o patrão do grupo francês, nos encontros com o ministro britânico da Indústria e os sindicatos. Estes estão preocupados com as consequências sociais da compra da Opel/Vauxhall à General Motors.

Após o encontro, o ministro Greg Clark afirmou: “Foi assegurado que os compromissos com as fábricas serão honrados”.

No entanto, persistem ainda dúvidas, por parte dos sindicatos, em relação ao fundo de pensões, atualmente deficitário em mil milhões de libras.

A Vauxhall emprega 4500 pessoas em duas fábricas no Reino Unido. Já na Alemanha, a Opel possui quatro fábricas, cerca de 16 mil trabalhadores. Em Espanha opera três fábricas e emprega 13 mil pessoas.

Na ofensiva diplomática em Berlim e Londres, o patrão da PSA explicou que pretende guardar a identidade de cada marca e que o objetivo é vender cinco milhões de carros por ano.

No ano passado, a PSA e a General Motors juntas venderam 4,3 milhões de unidades.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

empresas

RBS regista prejuízos pelo nono ano consecutivo