Última hora

Em leitura:

Barcelona: WMC debate vantagens e perigos da "internet das coisas"


economia

Barcelona: WMC debate vantagens e perigos da "internet das coisas"

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Sem a Apple e sem novidades da Samsung em termos de smartphones, as empresas tecnológicas mais pequenas dominam o Mobile World Congress (WMC) este ano.

Huawei, LG, Sony lançam novos modelos de telemóveis, mas Barcelona rendeu-se à nostalgia do Nokia 3310.

A Nokia, através da finlandesa HMD, espera renascer das cinzas com a nova versão do modelo que lançou há 17 anos e do qual vendeu 120 milhões de unidades.

Luís Peixe, diretor geral da empresa para Espanha e Portugal, explica: “Diria que é um projeto que nos sai do coração, porque está muito ligado à indústria. É um dos modelos mais vendidos na história dos telemóveis”.

O Mobile World Congress destaca também os progressos e as vantagens da rede 5G e acolhe inúmeros modelos de veículos e objetos conectados. O evento permite aos peritos debaterem as questões de segurança, face aos ataques de piratas informáticos.

Em 2015, carros conectados foram pirateados durante os testes. E segundo Masayoshi Son, patrão do gigante japonês Softbank, os ataques informáticos a objetos conectados multiplicaram-se por 4,5 entre 2015 e 2016.

Steffen Hess, da Bosch, destaca as vantagens de dispositivos interligados: “Podemos falar ou entrar em contacto com uma casa inteligente enquanto conduzimos. Por exemplo, se deixamos uma janela aberta e aproxima-se uma tempestade. A casa inteligente informa-nos enquanto conduzimos. Podemos sugerir que feche a janela e isto a partir do carro”.

Cristina Giner, enviada da euronews a Barcelona, revela: “O mote desta edição do Mobile World Congress é claro: Tudo conectado. Em 2020, deverão existir 50 mil milhões de aparelhos ligados à internet. A internet dos objetos não se aplica apenas a carros, mas também à habitação, saúde, indústria e cidades”.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

economia

Cuba: Charutos artesanais rendem milhões