Última hora

Em leitura:

El Salvador: morte de hipopótamo icónico suscita vaga de indignação


El Salvador

El Salvador: morte de hipopótamo icónico suscita vaga de indignação

A morte de Gustavito, o hipopótamo icónico do Parque Nacional Zoológico da capital de El Salvador, suscitou uma vaga de indignação no país.

O animal tinha sido atacado durante a noite da passada quarta para quinta-feira, enquanto dormia, por um grupo de desconhecidos, que lhe inflingiram golpes no abdomen e no focinho que o impediram de se alimentar corretamente. Apesar dos esforços dos veterinários e cuidadores, o hipopótamo acabou por morrer.

O diretor do zoo, Vladan Henriquez, afirmou que “é a primeira vez que se produz [um incidente deste tipo] no parque, no qual um hipopótamo é atacado fisicamente e em que os motivos permanecem completamente desconhecidos. Foi ordenada uma autópsia”.

As autoridades de El Salvador abriram um inquérito e não descartam nenhum suspeito, incluíndo empregados do zoo.

O crime suscitou uma torrente de condenações nas redes sociais.

Houve mesmo quem escrevesse uma canção:

Ou quem aproveitasse a ocasião para denunciar outros males que afetam o país:

Um grupo de voluntários organizou uma vigília para denunciar as condições de vida dos animais em cativeiro.