Última hora

Em leitura:

"Viceroy's House" retrata divisão entre Índia e Paquistão


cinema

"Viceroy's House" retrata divisão entre Índia e Paquistão

A longa-metragem “Viceroy’s House” retrata a divisão entre a Índia e o Paquistão após o fim do império britânico em 1947. A separação dos dois territórios criou uma das maiores migrações de massa da história.

“Viajei até à minha terra natal e vi a casa que o meu avô construiu em 1947. A minha avó e cinco filhos pequenos abandonaram a casa e tornaram-se refugiados do dia para a noite. Agora nesta casa vivem cinco famílias que são elas também refugiadas”, contou a realizadora Gurinder Chadha.

A independência dos dois territórios foi obtida após a campanha de desobediência civil contra o império colonial britânico, liderada por Gandhi. O líder pacifista foi assassinado meses depois por um nacionalista hindu.

“14 milhões de pessoas foram deslocadas, é a maior migração de massa da história moderna, morreram quase dois milhões de pessoas. É uma grande honra para nós contar essa história e homenagear essas pessoas”, disse o ator Manish Dayal.

O Paquistão celebra o dia da independência a 14 de agosto enquanto na Índia as celebrações decorrem a 15 de agosto.

“Uma das coisas que me marcou foi ter percebido que as pessoas de diferentes religiões viviam em paz umas ao lado das outras, antes da divisão, antes da ideia de estabelecer fronteiras e muros. É algo notável”, frisou a atriz Gillian Anderson.

A longa-metragem “Viceroy’s House” estreia no Reino Unido e na Irlanda no início de março.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Peripécias no anúncio do Óscar não estragam a festa do vencedor "Moonlight"

cinema

Peripécias no anúncio do Óscar não estragam a festa do vencedor "Moonlight"