Última hora

Última hora

Budapeste desiste de forma oficial da candidatura às Olimpíadas de 2024

Em leitura:

Budapeste desiste de forma oficial da candidatura às Olimpíadas de 2024

Budapeste desiste de forma oficial da candidatura às Olimpíadas de 2024
Tamanho do texto Aa Aa

Uma semana depois da comissão para a organização das Olimpíadas de 2024 em Budapeste ter anunciado o fim do sonho, a capital da Hungria coloca-se oficialmente fora da corrida à sucessão de Tóquio como anfitriã dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

A Assembleia Municipal de Budapeste desferiu o golpe fatal no projeto ao aprovar, com 22 votos contra seis, a retirada da candidatura olímpica, proposta inicialmente pelo Comité Olímpico da Hungria, cujo filme promocional pode recordar já de seguida.

A autarquia da capital húngara deu assim seguimento ao pedido do Momentum, um movimento que havia reunido mais de 260 mil assinaturas a solicitar um referendo contra a candidatura de Budapeste à organização das olimpíadas.

Os contestatários alegavam que a organização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024 iria implicar um elevado investimento público numa altura em que a Hungria terá outras prioridades, como a educação e a saúde.

A desistência acontece a cerca de seis meses da decisão do Comité Olímpico Internacional sobre o sucessor de Tóquio na organização das olimpíadas de verão e a cerca de um ano das próximas legislativas na Hungria.

A crescente pressão popular e a proximidade das eleições podem ter pesado na decisão da autarquia de Budapeste, liderada pelo Fidesz, o partido conservador de centro-direita liderado pelo atual primeiro-ministro Viktor Orbán.

Depois da desistência de Boston (Estados Unidos), em julho de 2015, de Hamburgo (Alemanha), em novembro do mesmo ano, e de Roma (Itália) no ano passado, agora com a saída de Budapeste, restam Paris (França) e Los Angeles (estados Unidos) na corrida.

A capital francesa já foi preterida na atribuição dos Jogos em 1992 (Barcelona), 2008 (Seul) e 2012 (Londres), mas tem a seu favor o facto simbólico de poder voltar a organizá-los exatamente um século após a última vez.

Los Angeles organizou os jogos em 1932 e 1984 e é apontada como a mais forte candidatura à sucessão de Tóquio2020.

A decisão do Comité Olímpico vai anunciar a decisão a 13 de setembro deste ano.


Vídeos promocionais das candidaturas


  • #Paris2024


  • #LA2024