Última hora

Em leitura:

Continua processo de desminagem em Palmira


Síria

Continua processo de desminagem em Palmira

Depois da reconquista de Palmira, por parte do exército sírio, continua o processo de desminagem. Os extremistas do grupo Estado Islâmico, antes da sua partida, deixaram, para trás, minas espalhadas pela cidade histórica e pelos seus arredores.

Já esta sexta-feira, um alto funcionário do ministério da Defesa russo, o tenente-general Sergei Rudskoi, afirmou que foram conselheiros militares russos que planearam e supervisionaram a retomada da cidade e que os aviões e as forças especiais da Rússia desempenharam um papel decisivo.

A mesma fonte adiantava, em conferência de imprensa, que mais de mil combatentes extremistas foram mortos ou feridos na operação de Palmira.

As forças militares leais a Bashar al-Assad, com o apoio dos seus aliados, recuperaram o controlo de Palmira, pela segunda vez em um ano. A localidade, que faz parte do Património da Humanidade da UNESCO, tinha caído, novamente, nas mãos dos Jihadistas.